Páginas

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

25 dias...

Bom dia, coisas lindas!!! Segunda - feira #ninguemmerece, e para ajudar tpm pegando por aqui ai ai.  O tempo está fechado, sem sol, sem chuva, sem vento, sem cor...Dia cinzento, mas quase posso ver por trás das nuvens uma pontinha de raio de sol, o que anuncia que a tarde vai ser ensolarada, sim. 25 dias do amor na Clínica, 25 dias!! E parece que foi ontem, que o deixamos lá, e eu acreditava que os dias iriam se arrastar, e no fim, até que passou rápido.

Então, amanhã a sogra vai fazer uma pequena cirurgia para tirar umas bolinhas de sebinho das costas, coisa simples, a visita é quinta, mas se ela não estiver bem recuperada, não iremos na visita, ou seja o amor ficará lá, mais uma semana.

Coração tá dividido, saudade, egoísmo de querer ele aqui, e pensar no melhor pra ele, recuperação, etc...




Então, vamos ser felizes, só por hoje esquecer dos problemas, das coisas chatas, porque néam... temos muitas coisas para agradecer, para nos orgulharmos, para sorrirmos, enfim... vamos tentar sempre olhar o lado positivo da vida, o copo sempre meio cheio tá?

Beijos
Gaby ;*

PS:
P. amiga quero saber tudo da Ressô do seu amore... :) que alegria né?


Gustavito, to preparando seu post, tem que ser especial, então me aguarde que eu sou lerda mesmo rsrs...;) Adianto que amizade se constrói (e nós fizemos isso) mas sintonia não : existe ou não existe. Entre nós existe, e também afinidades mil e um mar de bem-querer!


Amor, O amor não se explica.Não é feito de fórmulas, equações... Definitivamente o amor, não é matemático. Em se tratando de amor 2+2=5. Mesmo tão complexo, tão absurdo, tão único, tão enigmático. Sem o amor, nada acontece. E é dessa forma que eu te amo, meu amor, absurdamente, inexplicavelmente e verdadeiramente. E se eu pudesse escolher, escolheria duas vezes você, envelheceria do seu lado, e se eu ainda pudesse escolher, escolheria você na próxima vida e na outra, pois desconheço outro amor melhor e maior do que o nosso. Do nosso jeito, com as nossas particularidades, da forma que tem que ser, o nosso encontro revelou um amor que jamais sentimos antes. Te amo em cada detalhe, em cada lágrima, em cada sorriso, te amo até quando não deveria amar, te amo de uma forma, que talvez você nunca saiba ao certo, o tanto. E como diz a Poly, é até bom que não saiba!


2 comentários: