Páginas

terça-feira, 3 de junho de 2014

Bom dia!!!

Gente quanto tempo! Fiquei surpresa ao ver as estatísticas do meu Blog, e ver que ainda mantém uma boa média de acessos diários, fico feliz! A semente foi lançada!

Com as coisas mais calmas e frias por aqui, resolvi dar uma passadinha nessa casinha... Meus assuntos hoje são outros, mas as coisas que aprendi aqui, levo pra vida.

Hoje vendo a vida de fora do problema das drogas, depois de ter uma filha e perdê-la, não aconselho ninguém a entrar nesse mundo não, namorar, casar, se envolver, não, não e não...! 

Fuja, de um jeito, saia, pule fora, maaaaaas se ainda quiser ficar e insistir... fique! 

Somos livres, porém, saiba que eles podem nunca mudar, ou podem mudar amanhã, é um risco que se corre. Você pode viver uma vida inteira esperando uma mudança, que talvez nunca aconteça. 

E se quiser ficar, não chore porque ele vendeu tudo da sua casa, não chore porque ele não te dá atenção e passa dias e noites na boca, não chore por não poder fazer coisas de "pessoas normais", não se lamente nas recaídas, VOCÊ quis assim, você sabe que será assim, que sempre será assim, viva assim, assuma isso pra sua vida e tente ser feliz do jeito que dá. Não envolva mais pessoas nisso, familiares, filhos, amigos, ninguém deve pagar pelas suas escolhas...apenas VOCÊ mesma!

Sim, é possível ser feliz, em meio a uma vida com adicto, é possível ser feliz morando em um lixão, e ser triste em um castelo, a felicidade não está no ambiente, mas em você mesma...

Bom quanto a mim, estou prestes a completar 1 ano de casada, e uma vida abençoada por Deus, com um marido ótimo, claro que não são tudo  flores, mas hoje meus problemas são ínfimos. Só tenho a agradecer pela coragem que tive há 4 anos atrás! Obrigada Senhor, sou grata a cada dia, pelo cuidado que sempre tevês comigo!


Beijoooos e sejam felizes meus amores!

Gaby




quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Ganhei uma anjinha!





Olá minha gente querida e amada! Quanto tempo né? Saudadinhas sempre.  Bom hoje as notícias não são tão boas, não, julgando por nossas emoções terrenas.

Pois perdi minha anjinha, era uma menininha Maria Sophia, perdi com 5 meses, há 50 dias atrás, a bolsa estourou, naturalmente. 1 semana depois do meu casamento civil e religioso, com o "Caio".

A gravidez foi o momento mais lindo da minha vida. A cada ultrassom, cada batida daquele coração, era com certeza o melhor momento da minha vida. Minha anjinha foi a melhor coisa que aconteceu comigo.

E sua perda foi a maior tristeza que já senti e ainda sinto.

Agradeço ao meu amor "Caio" que foi o melhor dos melhores nesse momento, estando ao meu lado o tempo todo, me amparando, e sendo meu porto seguro. Te amo meu amor, te amo minha anjinha, obrigada por ser luz na minha vida! Te amo pra sempre. Vou para por aqui porque as lágrimas já insistem em cair.



quarta-feira, 31 de julho de 2013

Gentemmm super novi!



Oie amores, passando rapidinho só pra contar essa super novi!
Vou ser mamãe!
Estou com 3 meses já!
Eu e o Caio estamos felizes demaiiiissss... pensem o primeiro neto dos dois lados da família, todo mundo babando!
Estou numa correria sem fim, muitas coisas para cuidar, casa nova, casamento, bebe chegando, trabalho, curso, enfim... quase sem tempo, mas muito feliz!!!!

Beijos, se cuidem e lembrem-se de serem felizes sempre!

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Fica a dica...





Uma ótima dica de leitura gentemm!

http://www.projetovemser.com.br/blog/wp-includes/downloads/Robin%20Norwood,%20Mulheres%20que%20amam%20demais%20%28completo%29%20-%20Digitalizado.pdf


Beijos amo voces!

segunda-feira, 11 de março de 2013

Hellooo





Olá pessoas! Quanto tempo, saudadinhas de vocês... Estou tão sem tempo (e confesso, vontade) de escrever..
Mesmo tendo feito parte, por quase dois anos, desse mundo, ás vezes me sinto deslocada aqui... Já não tenho clima de falar nada, de aconselhar, de dar pitaco, não sei o que está acontecendo. Já até ando pensando em excluir o Blog, visto que ele não vêm cumprindo o papel a que se propôs no início de tudo. Mas ainda tem um dedinho de apego, pois foi uma parte da minha história.

Para quem duvidou, criticou e nanana, eu e o "Caio" estamos prestes a completar 1 ano e meio juntos! E 3 meses de noivinhos! E ele continua o mesmo príncipe de sempre, felicidade é pouco, e amor é isso, sem sentimentos loucos, obsessão, compulsão. Companheirismo, saber-se sempre ali. Confiança e o que eu julgo como principal, segurança! Sentir-se segura não tem preço. Eu sinto que do lado do "Caio" tenho toda a proteção do mundo, que nada de mal vai me acontece e que se acontecer ele vai dar um jeito rapidinho de resolver!

Nós ficamos noivos no final do ano passado, ele me pediu em casamento no meio da virada do ano, em meio aos fogos de artíficio, foi muito lindo e eu não esperava! "Roubou" um anel da minha caixinha de jóias, para fazer a medida, escondeu as alianças durante a nossa viagem toda, enfim... é um fofo, lindo e me surpreendeu!

O meu ex... bem.. as ultimas notícias é que havia trazido uma mulher para morar com ele, parecia ser uma boa moça, maaaaaaaaaaaasss tanananammmm parece que a menina não aguentou o "repuxo" e se mandou...então...acho que ele continua na ativa... na verdade gente, quanto menos eu souber melhor. Ainda tenho umas sensações estranhas, que ele vai começar a me perseguir e nananana, então, tenho até medo de pensar nele, medo de que todo aquele sofrimento volte, afinal estou vivendo um sonho, um conto de fadas e nãooooo eu não quero acordar.

A minha amiga Selena querida, também não posta mais pelos mesmos motivos que eu, esta em outra fase, outra realidade e muito feliz ;) Amém que merecemos! Mas eu queria que ela viesse aqui contar também, maaaaaaaaas...enfim...o que importa é que ela esta feliz gente!

Beijitos da Gaby ;)



 


sábado, 2 de março de 2013

Sobre alguns relacionamentos

 
 
 
Relacionamentos doentios, obsessões e afins também são tão nocivos quanto as drogas. As pessoas que vivem em função disso procuram uma forma de se anestesiar o tempo todo, usam o Outro como foco e fogem de si mesmas. Cuidar da própria vida dá trabalho porque exige um aprimoramento que é um exercício diário. Mas é delicioso ser sua melhor companhia. Na teoria parece muito fácil, mas não é. Eu sei. Só que nem ao menos vejo as pessoas tentando. Me perguntam como conseguir se desvencilhar de alguém que subtrai, suga, machuca. Digo que ADEUS foi feito para isso. Respondem: “mas é tão difícil!”. Ora, se fosse fácil ninguém sofreria. O imediatismo faz o ser humano se expor e se submeter a circunstâncias de alívio imediato catastróficas. E que nada mais é do que postergar a cura de uma dor que precisará ser cuidada adiante. É um insulto tentar tornar o Outro, aquele que te rejeita, refém da sua loucura com as inúmeras tentativas de ver nas entrelinhas de um gesto educado, esperança para algo maior.
É uma insanidade viciar-se na adrenalina da manipulação do “não te quero, mas não te deixo” e ficar idealizando histórias sólidas com pessoas afetivamente indisponíveis, sejam comprometidas ou não. Neste caso, só há fragilidade e um tempo perdido que jamais será recuperado. E você só dá sua carência, não o seu amor.
Marla de Queiroz
 
Disponível em: http://doidademarluquices.blogspot.com.br/2013/03/sobre-alguns-relacionamentos.html 

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

dando notícias...

só um cheirinho do meu final de ano!:) Logo passo para contar tudo.... beijooos férias acabando :(

Não esqueçam de serem felizes!!!!

Gaby