Páginas

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Viciada em alguém... Agora é cientifico gente!



Se você já passou pela experiência de se sentir viciada em alguém ou em alguma relação amorosa, saiba que isso é normal. O amor, segundo comprova estudos científicos, tem o mesmo efeito das drogas em nosso cérebro. A paixão, assim como as substâncias nocivas, ativa nosso nosso centro neurológico de prazer, responsável pelo sistema de motivação e recompensa.
Funciona assim: seu cérebro escolhe determinada pessoa e, a partir daí, você automaticamente terá motivação para fazer tudo o que for possível para 'buscar' esse alguém. Quando dá-se o encontro, vem a recompensa, a sensação de prazer. Esses encontros podem ser tanto físicos quanto por meio de fotos em redes sociais, por exemplo - quem nunca ficou rastreando a vida do ex na internet para tentar descobrir algo ou só para matar (ainda que inconscientemente) a saudade?

As sensações do amor são as mesmas das drogras: "Você pode se sentir feliz ou ansioso", diz Lucy Brown, neurocientista da Albert Einstein College of Medicine, em Nova York, autora de um recém-publicado estudo sobre o assunto. O psicólogo Arthur Aron, da State University of New York, que também assina a publicação, completa: "É fato que o amor ativa a mesma área do cérebro responsável pelo vício em drogas".

O estudo analisou ultrassonografias do cérebro de 10 mulheres e sete homens que se diziam profundamente apaixonados, em relações que duraram entre um mês e dois anos. Quando diante da imagem de seus parceiros e parceiras, a área ativada no cérebro era a mesma que a das drogas. Quando frente a fotografias de pessoas semelhantes, nada acontecia.






















 Deixa a saudade me machucar, meu anjo, uma hora ela se cansa. 




19 comentários:

  1. ♪ Como posso amar quando EU ESTOU COM MEDO DE CAIR? ♪

    ♪ Eu tenho morrido todos os dias esperando por você.

    Meu amor NÃO TENHA MEDO EU TENHO TE AMADO POR MIL ANOS.

    Eu vou te amar por mais mil ♪

    ♪ E o tempo todo acreditei que te encontraria ♪


    Nunca esqueça, porque independente de qualquer coisa, eu nunca esqueço.

    ResponderExcluir
  2. Nossa sempre achei estranho essa minha relação com meu esposo, uma coisa louca com a necessidade dele, so de pensar em vê - lo com outra doia tudo, cada briga e a possibilidade de um fim eu sentia dor fisica, meu corpo doia, mesmo quando terminamos e foram muitas vezes o maximo que conseguia ser firme era uma semana, via minhas amigas terminando e seguindo em frente e eu mesmo sabendo que seria mais feliz longe dele não conseguia terminar, e hoje estar com ele ainda não me traz felicidade mais ainda não consigo dizer Tchau!

    "Maria"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Maria, é tudo muito louco, muito intenso, viciante, angustiante, possessivo...
      Deixa que o tempo se encarrega de por tudo no lugar...Não se apresse...
      Tamo junto , precisando estou aqui!
      Beijos

      Excluir
  3. Pois é neh amiga, que merda esse amor (rs...).
    Que nos deixa malucas, loucas, viciadas e cada vez mais apaixonadas.
    Por mais amor que sentimos, tenho certeza que uma relação assim nunca será saudável =/
    Mais fazer o que, a vida é assim. Nos dá coisas maravilhosas e depois nos tira essas coisas para aprendermos ser uma pessoa melhor.

    Daqui pra frente, pensamentos e atitudes diferentes. Chega de sofrer, chega de amar...
    Quem foi que disse que pra ser feliz precisa amar o outro, o principal é o companheirismo, saber que não importa o que aconteça, ele sempre estará lá do seu lado, te dando colo, te mimando, te respeitando, isso sim é amor.

    Mtas vezes me pergunto, será que um dia vou amar alguém novamente? Será que um dia vou esquecer o meu amor? Perguntas essas que só o tempo irá responder, e esse tempo demoraaaaa pra chegar.

    Saudade dói, machuca, faz a gente chorar, mais é mil vezes melhor, do que a angústia de viver ao lado de um DQ.

    Penso que se for pra ser, se for para ficarmos juntos, se for pra vc ficar junto com seu amor, a vida se encarregará disso.

    Eu fiz uma escolha que aos olhos de quem não entende, ou até msm aos olhos do meu amor, pode ter sido a escolha errada, me afastar e esquecer que ele existe, foi a escolha que fiz pq somente assim conseguirei viver, não digo nem ser feliz, pq sinceramente não sou, mais hj consigo viver tranquilamente.

    Só por hoje, vivo sem medo do que possa acontecer amanhã. Só por hoje, vivo tranquilamente. Só por hoje, sou dona da minha própria vida. Só por hoje, penso em mim, cuido de mim e principamente, só por hoje ME AMO EM PRIMEIRO LUGAR!!!

    Amoreca, seus posts estão cada dia melhores, parabéns!

    Beijokas, amo vc!!!

    Aline =^.^=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amoooor, dizem: “Que o tempo muda tudo”. Não é verdade. Fazer coisas é o que muda algo. Não fazer nada, deixa as coisas do jeito que eram.

      Nossa menina, esses dias estão sendo horríveis. E eu estava tão bem antes, tão decidida, tão tudo. Tive essa pequena recaída.

      Mas sei que vai passar. Vai passar.

      Deixo nas mãos suaves do PS, é Ele quem me guia, Ele quem me guiou até aqui. O milagre já aconteceu, eu só tenho motivos para celebrar.

      Quero a felicidade do "amor", quero ele bem, limpo, recuperado, feliz, nem que para isso eu sofra um pouquinho, vale a pena, faria de novo.

      Amar não é isso? Dar sem esperar nada em troca.

      Ai ai nem sei mais, to me enrolando toda aqui...rs.

      Te amooooo muitooooo obrigada por tudo.

      Excluir
  4. Hey
    Ainda bem que você sabe que tem hum "remédio" para isso.Mas não é encontrado em farmácias.

    =****

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um rémedio maravilhoso, faixa verde...um remédio que levo sempre no bolsinho esquerdo da jaqueta, bem perto do coração! :)

      Beijos querido és especial de mais pra mim.

      Excluir
  5. Tem uma música q sempre me disse tudo sobre isso:
    "...vc até parece um vício,q largar é quase impossível,exige muito sacrifício,e quando eu me considerava limpo,vem vc pra me oferecer mais..."
    (Nenhum de Nós-uma banda aqui do RS)
    ...eu tenho esse vício de amor,mas estou me recuperando aos poucos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah sim, conheço o Nenhum de Nós, são bons pacas ;)
      Mas não conhecia essa musica...realmente diz tudo.

      "Quando eu achava que estava tudo bem e que estava forte, seguindo em frente,vem a recaída. E essa recaída está sendo horrível.
      O amor dói, ou o que dói é a codependencia?
      Não sei, só sei definir que o que eu sinto é lindo e triste. É gostoso e avassalador. Me leva ao céu e me joga no inferno.
      Não a outra coisa a definir, se não uma droga, minha droga. Tão deliciosa e tão mortífera.
      E como escapar disso? Estou presa a isso até quando? Mesmo abstinente ainda sinto seus efeitos em mim.
      Não sei e não sei.
      Só espero passar, espero que passe. E que seja logo, porque é horrível sentir tudo isso".

      Trecho de um comentário que fiz em um blog. É assim que me sinto.

      Um beijo!

      Excluir
  6. Comportamentos e atitudes mais comuns para identificar um relacionamento codependente:

    O codependente é guiado também por comportamentos compulsivos como ciúmes, superproteção dos quais não tem controle;
    O codependente acha que sua felicidade depende do outro. Muitas vezes tem a sensação de que sua vida não tem sentido sem aquele relacionamento. Em função disso, encobre-o e assume responsabilidades por ele. Há a tolerância a abusos físicos e emocionais;
    No relacionamento o codependente se sente responsável pelo outro, como uma relação infantil, não de adultos;
    Na codependência busca-se a resolução de problemas que não se pode mudar. Sua energia é gasta em situações sem solução ao invés de ser usada no crescimento pessoal e na busca de relações saudáveis;
    A criação de expectativas fantasiosas sobre o outro, a negação acerca da doença do dependente, a dificuldade em dar limites em relacionamentos, em dizer não quando precisa se proteger são características do codependente;
    Busca de controle sobre o dependente envolvendo-se em situações aberrantes;
    Solicitações de mudança de comportamento ao dependente são frequentes, mesmo com a clara evidência de que ele não vão mudar;
    Em função disto passam a apresentar frustração, mágoa, depressão. Vivem em extremos de ânimo e sentimentos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso...;)
      Obrigada pela contribuição aqui...
      Bjs

      Excluir
  7. Gaby sempre lindo seus posts... olha de uma coisa tenho certeza e te falo.. quando queremos sair de alguma situação por mais dificil que ela seja... basta ser forte , persistencia e ter fé.. que com certeza você sai, é dolorido é triste mais passa... com o tempo a tristeza que bate é que infelizmente como uma pessoa pode deixar de viver a vida, deixar de sorrir para continuar a vida no vicio... mais dai é um fato que também tem que partir da pessoa, eu vi varias vezes meu ex querer sair dessa... até acredito que tenha tentado... mais não foi tão forte acredito que um dia ele possa sair dessa ou nessa vida ou na outra... dai tudo vai depender dele mesmo, a ajuda ele sempre teve mais uma hora todos acabam por abandonar para que ele enchergue o fundo do poço... bom falando de mim hoje me sinto feliz, voltei a viver a enchergar a vida com outros olhos! Não me arrependendo de ter passado pelo que vivi apreendi mais ainda, mais não viviria outra vez... Fique feliz bem e forte, o que merecemos sorris para vida... e para nós mesmos em primeiro lugar! Grandes beijos Elaine Giraldi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elaine, minha linda, vida nova né?? te amo beijoos

      Excluir
  8. Olá querida, participe de meu blog, já estou participando do seu.. juntas venceremos!!! grande beijo.

    http://beatrizvini.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amore, opa mais um blog, adoro! Vou correndo lá sim! Beijos

      Excluir
  9. Amei Gabyzinha, será que posso usar isso como explicação para minhas escolhas amorosas doentias do passado? rs Brincadeiras à parte, eu já havia lido a respeito e acho fantástico tal estudo, acredito de fato que amar seja tão poderoso quanto a sensação que adroga proporciona...
    Beijos e estamos juntas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos juntas Giullizinha, saudades de voce! Beijos

      Excluir
  10. Obrigada, vocês neste exato momento muito me ajudaram com os vossos depoimentos.

    ResponderExcluir