Páginas

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Conquistar a vitória infalível, transmitir alegria e força, levantar-se só, eis nossa grande missão!


Existem algumas coisas que estão no destino e ninguém no mundo pode impedi-las.

— Daydream Nation

Oi gente, bom dia! Dia lindo, um ventinho frio, mas o sol brilha lá fora...
Ontem minha sogra (ops minha ex sogra) me ligou, e ficamos conversando. Nós somos muito unidas, ela é uma mulher de fibra, venceu na vida com coragem.  Meu ex sogro é o máximo também, homem muito valente, animado, enfim tudo de bom. Mas por trás de um grande homem, sempre tem uma grande mulher.
Eu fui criada numa família matriarcal, aprendi que a mulher é sempre a chave de tudo. Eu sempre brincava com o amor, que na minha família as mulheres mandam, e com agente seria assim também.
A minha família tem muitas histórias de mulheres valentes e guerreiras.
Desculpem-me os homens, mas eu adoro ser mulher, ter essa força, essa garra, que só agente sabe que tem.
Ter nas mãos o dom de criar, de transformar, de modificar... Ter um dom a mais na vida, aquela coisinha mágica, que não sabemos explicar, mas que temos... De sentir com o coração, de ver além do superficial.
Então hoje quero chamar a atenção para vocês meninas, mulheres, mães, esposas, especialmente aquelas que amam um adicto.
Nunca se esqueçam de vocês, de quem vocês são. Vocês são mulheres poderosas! Amadas, lindas, queridas, resgatem isso e nunca permitam que lhes digam o contrário.
Somos mulheres, e isso já é um dom! Somos capazes de mudar o mundo, temos muito poder dentro de nós, temos um poder que muitas vezes está esquecido, abafado.
Mas quando ele sai, ele sai com força, modificando tudo em volta.
Nós podemos! Nunca desistam, lutem sempre, por vocês, para vocês!
Nós merecemos ser felizes e respeitadas. Não nascemos para ser pisadas, nem para ser adoradas nas alturas, nascemos para andar lado a lado, com nossos companheiros.
Bom, me empolguei (rs), voltando ao assunto da ligação.
A sogra disse que o amor está melhorando, já está conversando. Ainda chora bastante, e diz que não vai mais usar.  Ai ela disse “liga pra Gaby” (sim, ela torce muito para que agente fique junto). E ele disse “não quero ouvir mais um tchau, to com medo e não quero a fazer sofrer de novo, quero estar seguro de mim, quando falar com ela...”
Bom... Gostei da atitude... Mas fiquei pensando... Será que eu quero que ele me ligue novamente? O que eu vou dizer quando ele ligar? Eu amo ele não tenho dúvidas. Mas vendo ao post da P. hoje, fiquei lembrando, de todas as agonias que eu passei, recuperar a confiança não é fácil, vivia desconfiada, ansiosa, nervosa. Tínhamos momentos lindos sim, maravilhosos por sinal, e são deles que eu sinto falta.
Mas desses momentos de dor, de incapacidade frente à doença, desses não sinto falta nenhuma.
Será que os bons se sobrepõem aos ruins, ou é o contrário.
Minha vida está calma, cheia de paz e tranqüilidade. Sinto falta, tenho saudade, mas mil vezes sofrer de saudade, do que sofrer de dor, de mágoa, de raiva.
Só me resta viver e deixar viver, rezar e confiar. Apenas amar, não no ombro, no coração.
 

Beijos a todos e vamos ser felizes, só por hoje!! Gaby.

2 comentários:

  1. Gabyzinha, é tão bom ver o valor que estás dando a si mesma, e com isso você só tem crescido, e ajudado ao seu "amor", e a nós leitoras (e companheiras).
    Quanto ao "final", o melhor é viver um dia de cada vez, e ir com calma, não é mesmo? Eu sou a ansiedade em pessoa, mas, com as experiências, os 12 passos, e os lemas do Nar-Anon, tenho aprendido que as vezes o melhor que temos a fazer é esperar em Deus. Só.
    Beijo no coração, linda!!!

    ResponderExcluir
  2. Gaby amiga só o tempo pra falar o que irá acontecer, se por exemplo ele vai ligar ou não ou o que você vai dizer pra ele s ele ligar.. amiga só o tempo pra curar isso tudo ou para saber qual será sua atitude diante dessas situações..
    bjus te amo!

    ResponderExcluir