Páginas

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Passos de Formiga

A humilde formiga. Tão insignificante, diríamos nós. Mas as formigas são construtoras de impérios e as suas colônias crescem, independentemente da nossa vontade.
Bom dia amados meus! Tudo certo? Por aqui está tudo bem, tudo como tem que ser, estou buscando ser feliz, só por hoje, só por agora ;)

Mas gente, bom... vocês sabem que o "amor" tem  acesso ao meu blog, ele sabe da existência dele e nunca escondi isso. na verdade na época do namoro, o blog até facilitava as nossas conversas, pois aqui eu me exponho totalmente, falo das coisas que sinto, sem reservas, o que pessoalmente, no "cara a cara" é um pouco mais complicado. E ele passava a entender um pouco desse nosso mundo da co-dependência.

Sei que não deve ser muito fácil para ele, ler que eu estou saindo com outra pessoa, conhecendo alguém, essas coisas... mesmo tendo conversado claramente sobre isso quando terminamos, e ele ter entendido toda a situação.

Não sei se ele continua lendo. Por enquanto não tenho me privado de contar tudo para vocês aqui no blog.
Queria que ele fosse o primeiro a saber de tudo sempre, sem mentiras, porque no meu mundo, não cabem mentiras.Não mesmo.

Ontem o "amor" me ligou... Só ontem me pediu desculpas pelo "bolo" do domingo retrasado, não sei se ele leu no blog, o quanto fiquei chateada, e "caiu a ficha", não sei se foi só coincidência. O fato é que ele me ligou , pediu desculpas, disse que vai se internar nessa semana novamente, já está fazendo os exames que essa nova clínica pediu. Ele "escolheu" uma clínica-fazenda, com laborterapia, tem vários animais, plantio... disse que precisa de paz, ficar perto da natureza, durante o tratamento. Pelo menos ela é mais rigorosa, sem visita no primeiro mês, pra ir visitar tem que participar de 03 reuniões de grupo, sem acesso a telefone, sem internet. Aproveitei para dar uma faladinha básica, sobre o fato dele terminar o tratamento todo. Ele disse que só sairá para tomar a tal injeção e voltará. 4 meses regime fechado com visita mensal, e 2 meses de ressocialização.

Ele quer que eu vá nas visitas. Não sei como agir com o "amor" ainda me sinto um pouco responsável por ele, eu apoio, incentivo, escuto... tento manter uma amizade, não sei como será quando tivermos que cortar o cordão umbilical de vez, mas sei que isso mais cedo ou mais tarde terá de acontecer. É muito difícil, muito difícil... não deve ser tão difícil para pessoas normais, mas para nós co-dependentes... isso tem um peso... até porque agora tem mais uma pessoa envolvida...

Bom, hoje as 4 e pouquinho da manhã, tinham 5 ligações do "amor" no meu celular, as quais só vi as 7, pois meu celular estava no silencioso. Na época do namoro isso acontecia quando ele estava com vontade de usar   e me ligava para que a vontade passasse, não sei se ele aguentou ou se saiu.

Mas dessa vez já não me sinto culpada por não ter atendido, acontece oras, não estou a disposição dele 24 horas por dia, por mais que minha doença quisesse isso. Só por hoje vou vencendo ela.

Sinto que minha vida está um nó que só. Já estou sendo repetitiva e chata. Porque eu estou permitindo que assim seja. Sinto que quando começo a me libertar do "amor" algo acontece e me vejo envolvida no olho do furacão novamente. Erro meu.  Amor meu. Co-dependência minha.

O importante é avançar sempre, mesmo que com passos de formiga.

10 comentários:

  1. Manda esse mimado pra cá que eu ponho ele na linha

    ResponderExcluir
  2. Não o visite. Viva sua vida. Ir as visitas significa manter a chama acesa. Faça com que ele pense única e exclusivamente no tratamento. O método é minessota. Funciona! Veja se tem base 12 passos. Se tiver, melhor ainda.

    Não se sinta responsável apesar de eu pensar que és. rsrsrs
    não se anule ou faça sacrifícios. A recuperação/internação é um assunto só dele, deixe q ele se encontre com seus fantasma.

    ResponderExcluir
  3. Da primeira vez vc visitou, levou chocolates e deu beijinhos rsrs
    funcionou!? Não.
    Faça o contrário dessa vez

    ResponderExcluir
  4. Amiga, TAMOJUNTAS NAS DÚVIDAS, rsrsrs... Mas as dúvidas já são vitórias na nossa recuperação. Estamos à caminho da assertividade.
    Bjos e que Deus lhe dê muita sabedoria e discernimento!!!!

    ResponderExcluir
  5. Oii
    Bah
    é um dilema isso neh
    Estou numa situação parecida, o pioré que sei que tenho que deixa-lo pelo menos por um tempo. ee esta na casa de recuperação e terminamos.
    Affff mas é tão dificil.
    Não sei mais se é codependencia ou se é amor, o mais provavel é seja a Co affffffff
    que agonia neh
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. ai gaby...que situação hem! bom, vou te dar o conselho que minha psicologa me deu: "sai dessa totalmente, troque o numero de celular,não se envolva em um problema que nao é seu...porque sempre quando ele entrar em contato o coração vai balançar(ou por saudade,ou por querer ajudar, ou por amor)
    vc já ajudou, deu varias chances...etc "
    mas não é só a minha psicologa que fala isso, é a propria familia do meu ex, minhas amigas etc. E te garanto que todos querem o meu bem ...e uma coisa é certa: vc estará ajudando ele, e se ajudando!
    tenho certeza que vc conseguirá! por tudo o que li no blog vc é uma garota muito forte!
    eu, fiz isso...troquei o numero do meu celular...mas as vezes eu recaio viu?! por exemplo, essa semana bati o carro, tava chorando e liguei pra ele ...mas pra que?! não pude contar com ele, ele agora só pensa na droga...essa foi a gota d'agua, pra mim chega!(e olha que to só 1 mês nesta situação) acredito que ninguem mereça sofrer! a vida é muito curta...fica com Deus!!! força pra vc!! bjs
    julia

    ResponderExcluir
  7. ah o SPH rsrs...tudo o que ele fala é a mais pura verdade... dura(mas é preciso escuta-la)!!! minha ex sogra(que participa de grupo de co dependencia) me liga aqui para pedirrrrrr para eu não entrar mais em contato com o meu ex...que eu estou atrapalhando de maneira indireta!! o DQ na ativa precisa sofrer, sentir dor...se ele souber que mesmo usando ele terá a familia e uma namorada que o ama, nunca sentirá que precisa se recuperar!! nossa hj eu escrevi demais rsrsrs..é que mesmo nao te conhecendo, vejo como vc é uma pessoa boa, jovem e que tem a vida pela frente(se vc fosse casada com ele e tivesse filhos a historia seria outra)!
    bjs
    julia

    ResponderExcluir
  8. Amiga vc está sendo muito forteee, Parabéns viu... Não consigo imaginar eu sem meu amor, me dói muito qndo penso nessas coisas! mas só por hoje ele está bem, se recuperando! :D
    Tudo de bom gaby
    Beeijão

    ResponderExcluir
  9. Gaby... Continuo com a minha opinião... faça o que for melhor pra vc... cada um tem seu momento e seu ritmo, só não esquece se sempre estar alerta pra tentar não se deixar levar pelas opniões da "Gaby co-dependente", você consegue distinguir o que é a razão e o que á a co-dep.
    Te amo garota...

    ResponderExcluir
  10. SPH,
    Tá concordo, bem que eu queria que ele passasse uns dia aí com você, abre uma clínica (rs)...sei que falas pro meu bem, obrigada por tudo ;)
    ___________________
    Helena,
    Tamo junto sim querida! :)
    ___________________
    Registrando a vida,
    Compartilho amiga, mas vamos lutar pela nossa recuperação.
    ___________________
    Julia,
    Obrigada pelas palavras amiga!
    ___________________
    Jé,
    Você é forte amiga, nem imagina o quanto ;)
    ___________________
    Ci,
    Pode deixar, vou tentar trancar a Gabi Code numa caixa :) te amo tbm!

    ResponderExcluir