Páginas

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Merecemos o Melhor!



Nesse processo todo de estabilizar a  minha co-dependencia, prestes a completar 6 meses de um relacionamento super saudável, feliz e há algum tempo sem notícias do “amor”, percebo o quanto essa maldita doença é forte e sorrateira.

Sabem aquela velha história do “evite o primeiro gole”? Então... evitem o primeiro sinal de recaída emocional.  

Um pouco antes do feriado de Páscoa, eu estava daquele jeitinho, sensível, melancólica e nanana. E caí na besteira de perguntar para o meu ex- cunhadinho, através do MSN, como estava o “amor”, aí ele me contou que o “amor” estava super bem, que já fazia um mês que estava internado e que ficaria até o final de abril lá.
 Pois a clínica que ele está fica no máximo 2 meses com cada paciente. Que eles estavam fazendo o Daimoku, toda terça, por ele, e que eu estava super convidada para orar com eles. Que sentem minha falta e nanana.

Fiquei super feliz, pelo “amor”, pois esse internamento está sendo um Record pra ele, pois o máximo que ele ficou foram aqueles 28 dias, do inicio desse Blog.  Depois disso foram uma série de internações, de no máximo 10 dias.

E ao mesmo tempo, me senti culpada por não estar do lado dele nessa hora, por ver que ele está lutando pra sair dessa, lembrei-me dos momentos felizes, do nosso relacionamento, enfim... Choreiii, choreiii, o final de semana inteiro, o “Caio” perguntava o que eu tinha e eu falava que estava com cólica. Minha mãe que me conhece tão bem, me disse “Gabi, hoje você me surpreendeu, achei que você já tinha superado” e eu só respondi que não.

Mas esse foi o calor do momento, pois creio que superei sim, apenas as recaídas que infelizmente fazem parte desse processo, o “amor” era minha droga, então qualquer movimento na direção dele, me remete a todo aquele furacão.

Olha é muito complicado esses relacionamentos com adictos, pois mexem muito com nosso senso de solidariedade, de compaixão. É mais do que um relacionamento qualquer, tem muitas coisas envolvidas. 

Ai comecei a refletir... comecei a pensar... tem uma amiga minha que eu amo de paixão, ela esta noiva de um rapaz excelente, acabou de passar em um concurso público, ou seja esta super feliz em diversas áreas. Ela sabe o que ela quer pra vida dela, traçou planos e metas, ela se ama, e quer o melhor.

Eu estava nesse caminho, porque voltar a dar passos para trás?

Comecei pensar: O que você quer Ana Gabriela, o que você quer para sua vida?

Eu quero uma família legal, bacana, estruturada, quero um companheiro que seja parceiro, amigo, que me incentive, que divida, que some, quero filhos, quero um pai amoroso e presente, quero poder dar muitas coisas para meus filhos, sem que isso me cause dificuldades, quero ter a minha vida profissional estabilizada, independente de meu marido. 

Essas são as minhas metas. E para elas que tenho que olhar. Se você não sonhar e não acreditar, nunca vai ter o que você quer, e sim o que a vida lhe dá. Tem que ir atrás mesmo. Essas coisas me deixariam feliz, muito feliz.

O “amor” nunca vai ser o pai presente que eu quero, não vai me dar estabilidade, segurança, pelo contrário, eu terei que cuidar eternamente dele. Eu não posso ser hipócrita e viver de sonhos, eu estou falando de crack, e do quanto isso detona a mente do ser humano, tem coisas que jamais serão recuperadas no “amor”, junto com a DQ vêm uma série de doenças psicológicas, que necessitam de tratamento constante. As doenças da mente são o “bicho”.

E será que eu serei feliz, se me faltarem todas essas coisas que eu necessito para ser realizada e completa? Será que eu serei feliz, vendo meus filhos sofrerem?

Ai é que entram as escolhas que fazemos durante a vida. Eu tenho a opção de escolher ser a eterna namorada de adicto. Sei que com essas escolhas, virão também às consequências. Eu me privarei de diversas coisas, para o bem estar de uma única pessoa, sendo que ela mesma não pensa no seu próprio bem estar.

Complicado né?

Bom, entre todos esses desafios, e escolhas...eu fiz a minha...escolhi ser feliz... a minha escolha também me trás consequências, como qualquer outra, mas na balança da vida, minhas consequências, são leves. E me deixam muito feliz.

Fazer uma escolha não é fácil, mudar não é fácil, é muitoooo mais fácil deixar tudo como está. O caminho da felicidade é sempre o mais difícil. Mas, eu posso dizer VALE A PENA.

 Muitos beijos, e lembrem-se, sejam felizes! Vocês merecem o melhor, nunca se esqueçam disso, o melhor!

Gaby

13 comentários:

  1. Nossa Gaby, que saudade fazia algum tempo que queria ter noticias sua e do amor...e que bom que ele ta bem, se recuperando, acho que omomento mais dificil e quando o cara fica bem, fica limpo, dai agente pensa, olha ele ta limpo acho que nunca mais vai ter recaida, acho que poderiamos tentar novamente, é nessa hora que você vai precisar ser forte quanto aos seus objetivos quando ele te procurar todo lindo, bem vestido, limpo, querida de contra partida o meu esposo é um amor de pessoa, otimo pai, otimo esposo, apenas é DQ mas é um homem como qualquer outro!

    Bom querida fiquei feliz por ter noticias, espero que continue bem. adoro você e o amor!!!e torço pela felicidade dos dois mesmo que não seja juntos!!!

    bju Maria!

    ResponderExcluir
  2. Gabysinha linda e poderosa, realmente merecemos o melhor e isso não quer dizer que nossos ex, não são pessoas boas, são sim, mais com um "pequeno" detalhe que nos impede de termos o melhor.
    Lembra do que eu te disse qndo me contou que havia deixado a msg no msn p seu ex cunhado? "Amiga, cuidado que para ter uma recaida emocional é preciso apenas de um gesto." Dito e feito. Vc ficou péssima o final de semana inteiro e do nada, apenas por causa de uma simples msg que parecia inocente.

    Fico mto feliz que está bem melhor agora, vivendo um dia de cada vez e lembrando de que devemos evitar sempre o primeiro gesto.
    Pare de se sentir culpada, enquanto vc não se perdoar, não vai conseguir ser plenamente feliz. Nada do que acontece ou aconteceu com ele é culpa sua, vc já fez sua parte na vida dele, mais ele escolheu o caminho errado.
    Hoje graças a Deus está bem e limpo, continuemos orando para que permaneça assim, essa é a única maneira que vc tem para ajudá-lo.

    Vamos ser feliz neh, afinal merecemos depois de tudo que passamos!

    Te amo mto, minha lindinha!

    Bjos, Selena =^.^=

    ResponderExcluir
  3. Maria,
    Obrigadas pelas palavras querida, toda regra tem sua exceção né? Fico feliz do seu marido ser um homem bom. O "amor" também é um homem bom, tem um coração do tamanho do mundo. Acho que se não fosse assim, não teria me apaixonado e amado tanto ele. Mas só. O crack acabou com muita coisa de sanidade nele, o deixou medroso para enfrentar a vida, depressivo, com sindrome do panico, sem capacidade para trabalhar e assumir uma familia, cabeça bem fraca mesmo. Por isso é tão dificil pra ele se manter limpo. Mesmo assim o amo como ser humano, rezo sempre, e quero o melhor para ele, e tenho muita esperança de recuperação, mas juntos infelizmente não dá, não agora, não assim.
    Um beijo
    __________________________________
    Selena,
    Não ouvi seus conselhos e me ferrei né? Agora não subestimo mais a CODE...rsrrs
    Mas saí inteira mais uma vez, e aprendi um pouco mais.
    É isso... beijosss..... te amo

    ResponderExcluir
  4. Gaby...adoro ler o seu blog.. porque é aminha historia tbem... me sinto mais forte e vejo que estou no caminho certo... eu quero ser feliz so por hoje..bjus fica com Deus

    ResponderExcluir
  5. Amada Gabyzinha, sei bem do que está falando e sabe que compartilho da mesma opinião, você teve que escolher a sua felicidade, e jamais deve se sentir mal por isso...
    Você tem uma alma iluminada, é normal que sinta sdd, que se preocupe com o amor, que queira ver ele bem ,mas, não significa que tem que estar com ele não é mesmo? Suas orações vão chegar até ele...
    Beijos e amo você

    ResponderExcluir
  6. Gaby viver com um adicto nao é "deixar de ser feliz" lembra hj te contei do padrinho da Bruna , esse cara é um ex usuário de quase 10 anos de crack ! Hj esta em recuperação e se transformou em outro homem, posso falar isso Pq ele é meu melhor amigo a apenas 15 anos, vi todo o processo dele desde a queda ao fundo do poço até a saída dele. A esposa dele decidiu ficar ao lado dele desde que ele provasse que queria realmente se recuperar já sao 4 anos limpo, sereno e sendo Homem!!!! Já eu, nao tive tanta sorte meu ex infelizmente nao amadureceu como eu amadureci nesses anos, mas felizmente permanece limpo e isso por si só já é uma vitoria dele,
    Como te falei hj , hoje me sinto a pessoa mais feliz do mundo , nao tenho tudo wue sonhei mas tenho tudo que me faz feliz hj em dia!!!!
    Te amo gaby!!! "vibrações de amorosidade" pra vc ! Rs

    ResponderExcluir
  7. Dione,
    Que bom que você se fortalece amiga! Isso é o prncipal, perceber que se fez a escolha certa. E se achar que não fez, sempre é tempo de voltar. Beijos...
    _________________________
    Giullizinha,
    Extamente isso, rezo sempre, e tenho certeza que minhas orações chegarão lá sim. Mas pra conviver, infelizmente não dá mais, desaprendi certas coisas e atitudes.
    Amo você!
    _________________________
    Ci,
    Gata minha! Eu sei...olha tudo o que eu falo aqui, é em relação ao "amor" eu sei que existem pessoas que conseguem sair dessa, se transformam, se renovam...e também existem as mulheres que conseguem enfrentar tudo isso, e esperar anos e anos por uma recuperação sincera. Infelizmente, eu não consegui, desaprendi a ter certos pensamentos, comportamentos, atitudes... E isso está me fazendo bem, então...
    Creio que cada um deve fazer o que lhe faz feliz, se conviver com um adicto lhe faz feliz ótimo, continua , presista, lute...eu fiz isso por 2 anos. Não me arrependo, faria de novo.
    Agora se isso já não está te fazendo feliz e te trás mais tristezas do que alegria. Vai atrás da sua felicidade, foi o que eu fiz, e o que você fez também.
    Mas a chave de tudo isso, é olhar pra dentro da gente...
    Amo voce muitão, to precisando dessas "vibrações" rrssr

    ResponderExcluir
  8. É minha flor, a vida é cheia de escolhas, e como vc mesmo disse, trás suas consequências.

    Mas consequência também são para nosso fortaleciomento e crescimento.
    Hoje eu consigo ver uma outra Gaby, não posso falar do futuro, mas do presente, posso dizer que a sua escolha te fez muito bem.

    E vc está certa, relacionamento com adictos não é fácil, mas é feito de escolhas!

    Se cuidaaa queridaaa!
    E só felicidade e viva o seu melhor momento.

    Beijooooooooos ♥

    ResponderExcluir
  9. Mari,
    Hoje não faria outra escolha diferente, a cada dia que passa, confirmo cada vez mais que fiz a escolha certa... Graças ao Poder Superior, e ao amor que Ele, minha família e principalmente EU tenho por mim.
    Obrigada pelos bons desejos, desejo tudo de bom pra ti tbm! Que a vida sempre lhe sorria, pq vc merece muito, és uma menina de ouro.

    beijos

    ResponderExcluir
  10. Gaby parabéns por escolher ser feliz, voce esta tomando uma atitude com os pes no chao, palnejando seu futuro sabendo o q vc quer e o que vc NAO quer pra sua vida !
    Siga sempre em frente !

    Tamujuntas !

    ResponderExcluir
  11. Gaby amore que saudades de tú!! :)
    Estou super feliz por você viu.. haa vai se acostumando que infelizmente esses momentos de culpa, vão te atormentar de vez enquando, mais lembre-se que é a co dependencia querendo te atormentar por conta do passado viu. Não se apega com esses pensamentos e culpas.
    Seja feliz amiga!
    bjus
    Bjus linda!

    ResponderExcluir
  12. Nossa gaby, me identifiquei muito com seu post, está passando esse turbilhão de perguntas e dúvidas na minha cabeça amiga, não sei oq fazer, qual decisão tomar, esses nossos relacionamento com adictos são tão fortes q muitas vezes nos cegam, eu realmente tenho muito medo do meu futuro com meu namorado adicto, são muitas incertezas espero um dia tomar a decisão certa! Amei esse post... nossa me tocou muito...
    Te Amoo pitanguinhaaa
    Beeijão e força pra nós
    Tamujuntas o/\o

    ResponderExcluir
  13. Todas as co-dep tem histórias parecidas não é?
    HOje sou DQ em recuperação, resultado de uma co-dep que achava que poderia um dia ver o amado livre do vício.
    Na verdade acho que um dependente prende a pessoa através da guerra psicológica que faz.
    Uma hora humilha, outra pede desculpas.
    E o ser humano na verdade só quer ser aceito.
    Mas para todo DQ chega um dia em que ele tem que tomar uma decisão de parar, por bem ou por mal.
    Tamujuntas.
    Bjs

    ResponderExcluir