Páginas

segunda-feira, 16 de julho de 2012

"Ainda existe amor!!!"


Bom dia, queridos. Nossa, que saudade de vocês, de escrever, de contar algo novo...
Estou com muitas novidades e quero compartilhar tudinho, nos minimos detalhes com vocês, aconteceram coisas que por um lado me deixaram muito feliz, mais que por outro sem saber o que fazer.

Vou começar contando o que aconteceu no dia 06/07/2012 ás 23hs.
Em abril quando encontrei o Davi, conforme relatei aqui pra vocês, alguns dias depois ele me adicionou no facebook, pois é, me procurou pelo nome um a um até que me achou. Eu sem saber o que fazer, preferir não fazer nada e não aceitei de imediato o convite dele. Mais confesso que todas ás vezes que estava on line, entrava no face dele para dar uma espiadinha. Até que um belo dia, não o encontrei mais. Pensei, ele deve estar chateado porque eu não o adicionei e me bloqueou, melhor assim.
No dia 06/07/2012, minha irmã mais velha foi passar o final de semana em casa, eu estava ao lado dela e vi ela entrando em algumas partes do face que eu nunca havia entrado. Fiquei curiosa e fui mexer no meu, até que tive a surpresa. Haviam três recados do Davi, um em abril que dizia que estava feliz por ter me encontrado e me adicionado no face. Outro em maio, onde me disse o quanto me amava, como estava arrependido por tudo que me fez, pediu perdão. Disse que queria me ver, que estava com saudades, pediu para eu adicionar ele no msn, uma série de coisas que realmente me balançaram. E o último recado foi em junho, onde ele dizia que queria devolver algumas coisas minhas que estavam com ele, disse que se eu não queria falar com ele tudo bem, ele respeitava isso. E que era para eu nunca me esquecer do quanto ele me amava. Tudo isso mexeu demais comigo, demais mesmo. Fiquei sem saber o que fazer, ele havia me bloqueado não tinha como eu responder. Ligar pra ele naquele momento seria uma burrice, tanto porque eu não sabia o que fazer, e também porque minha familia não podia nem sonhar o que estava acontecendo. Aprendi que quando não sabemos o que fazer, é melhor não fazer nada. Liguei pra Gaby, minha amigona de todas as horas. Precisava conversar, desabafar... Ouvir um conselho de alguém que sabia exatamente como eu estava me sentindo. Ela como sempre, tem o dom de me acalmar. Fiquei mais tranquila, chorei trancada no banheiro. Lembrei de tudo o que havia acontecido há 6 meses atrás, como o tempo passa neh. Já são 6 meses que terminamos e parece que foi ontem. Alguns dias depois, mais tranquila tentei ligar pra ele, não queria que ele pensasse que eu não me importo com ele ou que eu ainda sinto alguma mágoa, mais não consegui. Enviei um e-mail e adicionei ele no msn e nada dele responder. Uma semana depois, já estava bem mais calma. Entreguei nas mãos de Deus, com certeza Ele iria me mostrar o melhor caminho. Acredito muito que as coisas sempre acontecem no momento certo. Eu passei a semana inteira pensando em como ele estava, se ainda estava morando perto de mim, queria falar com ele e para minha surpresa três meses depois do nosso reencontro, nos cruzamos novamente na rua.
Dessa vez foi tudo diferente, tudo mesmo. Senti que realmente havia perdoado ele de coração, não senti raiva, nem mágoa. Me lembrava apenas de todas as coisas maravilhosas que vivemos, por um lado isso foi bom porque é horrivel sentir mágoa de alguém, mais por outro lado foi ruim porque me dei conta pela milésima vez do quanto eu ainda o amava, mais dessa vez meu coração estava cheio de ternura, de compaixão, de amor e principalmente de amor próprio. Esses seis meses que estamos terminados, fizeram com que eu me descobrisse, me conhecesse, me olhasse no espelho e visse a mulher maravilhosa que sou. Hoje eu consigo perceber o quanto sou especial e importante na minha vida, o quanto eu preciso cuidar de mim, pensar em mim sempre em primeiro lugar. Quando vi os recados no face, pensei que toda a angústia que senti pudesse ser uma pontinha de co-dependência que ainda habita meu corpo, minha mente. Mais quando estava ali, frente á frente com ele, percebi que graças a Deus aprendi a lidar com essa doença. Estar ao lado dele por uma hora, me fez perceber que por mais que eu quisesse me enganar dizendo não só para as pessoas, mais para mim mesma que eu não o amo mais, que não o quero mais... Vi que tudo isso era algo que eu mesma criei para tentar esquecer todo amor que na verdade eu sentia.
Conversamos por aproximadamente uma hora, sentados a noite num sábado frio. Eu estava (modestia parte) lindissima, rs... Havia planejado de sair com meu irmão e um amigo que tinham ido passar o final de semana comigo. Por isso, estava toda arrumada, maquiada, bem diferente da última vez que nos vimos. Ele não resistiu e disse que eu estava linda. Conversamos sobre vários aasuntos, perguntei do sobrinho dele, de como ele estava, ele disse que o tratamento está ótimo já são 6 meses e 7 dias limpo, graças a Deus só por hoje. Acabou de trocar de ficha e vai ajudar nas palestras do grupo do NA. Ele está super feliz e saber que ele está bem assim, me deixa muito feliz, Por mais que não estejamos mais juntos, desejo demais o bem dele e rezo todas as noites para que Deus ilumine e abra a mente dele, fazendo com que ele perceba a pessoa maravilhosa é, mais que por algum motivo deixou se dominar por esse mal. Bom demais ver que ele finalmente está no caminho certo, feliz, estudando logo mais vai estar trabalhando e isso me encheu de orgulho.
Eu também estou super bem, esses seis meses fizeram com que eu percebesse o que eu realmente queria da minha vida, voltei a estudar, fazer curso, comecei a ocupar minha mente. Conheci pessoas novas, mais infelzimente não sentia nada por ninguém, quando sentia o "plim", logo algo acontecia e não ficavamos mais. Deus sabe o que faz neh, e esse reencontro me provou mais uma vez isso. Nunca estive num momento tão pleno e feliz da minha vida, mais sempre sentia que faltava alguma coisa. Quando estava ali com o Davi, me dei conta de que essa coisa que faltava, era ele. Tentei por diversas vezes encontrar em alguém, algo que só ele tinha. Me culpei, me julguei, senti raiva de mim mesma por ainda amar aquele homem que um dia me magoou tanto e por mais que eu tentasse e olha que eu tentei muito, não conseguia esquecer ele. Me perguntava tantas vezes o porque disso, pedia que Deus me ajudasse a entender. Se não era para ficarmos juntos, por que não conseguia esquecer, por que não gostava de ninguém ou quando eu gostava sempre dava algo errado. Tantas perguntas sem respostas, eu mal imaginava que a resposta estava bem ali na minha frente, no meu coração. Ele é o homem da minha vida, aquele que me completa, combina comigo em tudo. Aquele que tem o dom de acalmar os meus dias, fazer com que meu corpo se arrepie com um simples toque e seis meses depois, eu senti tudo isso novamente. Era como se fosse a primeira vez que nos vimos, quando nos conhecemos, porém havia uma grande diferença, antes eu sentia paixão que fazia com que eu parrasse o mundo para estar ali com ele, deixava de viver a minha vida para viver a dele, adoeci sem perceber e cada dia mais ficava obcecada por aquela relação. Hoje, percebo a diferença entre paixão e amor, o amor é algo mágico, uma sensação inexplicável, o querer bem, o estar perto, mais sempre sabendo que cada um tem seu espaço, tem sua vida. Hoje eu percebo que tudo que vivemos, por mais doloroso que tenha sido, serviu para mostrar o quanto amar é mais importante e principalmente, quando nos amamos é melhor ainda, porque como podemos amar o outro sem nos amarmos.
Senti tantas coisas ao lado dele naquele instante, muitas lembranças em minha mente e o mais importante senti como é bom esquecer as mágoas e perdoar.
Isso aconteceu sábado dia 14/07/2012, ele pediu meu telefone e dessa vez eu dei. Disse que queria me ver mais, mesmo que fosse só como amigos. Disse que me amava muito e que estava muito feliz só de me ver. Disse que vai me conquistar novamente, que ele infelzimente não pode apagar o passado, mais que pediu perdão e se arrependeu de coração, por isso queria uma nova chance de me mostrar tudo isso.
Eu disse que era melhor irmos com calma, que Deus sabe o que faz. Ontem ele me mandou SMS, queria me ver conversar, contar que ia ajudar no grupo. Eu por alguns instantes relutei, disse que era melhor nos vermos outro dia. Além de ter medo do que possa acontecer, odeio mentir para minha mãe e para me encontrar com ele teria que fazer isso. Ele pediu muitas e muitas vezes, disse que só queria conversar um pouco e eu acabei indo. Nos encontramos, ficamos juntos por meia hora. Ele estava lindo, todo feliz com o grupo, me contou tudo animadissimo. Eu ouvi e vibrei com ele aquele momento maravilhoso. Consegui a voltar a ser como antes com ele, por isso que hoje sinto que realmente o perdoei. Ele disse que quer voltar, quer fazer tudo com calma, mais que me quer de volta. Eu disse que hoje estou diferente, pensamentos diferentes, que se eu tiver que falar ou fazer algo que tenha vontade, vou fazer e principalmente aprendi nesse tempo que não devo ter medo de dizer nada pra ele, se não estiver afim, não estou, se tiver vontade de falar alguma, vou falar. Por isso, fui super sincera, não só com ele, mais comigo também. Minha cabeça é meio complicadinha, a carência desses meses sozinha, me fez acreditar em muitas coisas que só agora vejo que não tinham nada a ver. Eu disse pra ele que podemos sim ter uma nova chance, mais que palavras bonitas o vento leva, eu quero atitude. Não quero me envolver na vida dele, mais do que o necessário. Hoje eu tenho minha vida, meu trabalho, meus estudos e isso não vai mudar, nada vai fazer eu parar novamente minha vida. E que teremos que ter muita paciência, porque minha familia não pode nem sonhar, principalmente minha mãe. Moramos juntas e é bem complicado mentir pra ela, para nos encontrarmos tudo terá que ser bem escondido, não gosto disso, mais por enquanto tem que ser assim.
Se foi certo ou não, ficar com ele novamente eu ainda não sei. Estava com saudades, muitas saudades. Dos beijos, que ninguém consegue ter igual ao dele, do jeito que ele me olha, das coisas que ele me diz. O Davi que eu conheci, aquele por qual me apaixonei há 1 ano e meio atrás, estava ali de volta bem na minha frente, cheio de amor pra me dar, querendo me fazer feliz. Não resisti e disse que queria sim voltar, que realmente merecemos mais uma chance, porque se não fosse pra ser, já teriamos nos esquecido, encontrado outras pessoas, mais isso não aconteceu.

Agora estou aqui, confesso que feliz demais. Não sinto mais aquele medo, não sinto mais obrigações, sei que a hora que tiver que falar não vai ser não e ponto. E se eu perceber que estou mudando, que está me fazendo alguma mal essa relação, hoje eu sei que o melhor a fazer é me afastar, por mas que magoe. Aprendi que ser egoísta muitas vezes significa ter amor próprio, e isso hoje com certeza eu tenho de sobra.

Após seis meses, onde muitas coisas aconteceram em minha vida, eu sabia que de alguma forma iriamos acabar voltando, sempre disse á vocês que se fosse pra ser, Deus faria com que acontecesse, eu não fui atrás, não procurei isso, apenas aconteceu. Poderia ter tido não, poderia, mais pra quê me enganar dizendo não, se estar com ele é tudo o que eu queria.
Só o tempo realmente vai mostrar se fiz a escolha certa, espero que o tempo mostre que sim. Estou muito feliz, amando ele ainda mais. Porém, com os pés no chão, por mais que tenha perdoado não posso me esquecer que ele é um adicto, tem uma vida diferente, com ele tudo é diferente. Se eu quero ter essa vida diferente ou não, garanto á vocês que sim, mais que dessa vez farei tudo diferente, dessa vez ele vai viver a vida dele e eu a minha. E vamos viver nossa relação assim, com muita paciência, ir com calma sem ultrapassar as fases.

O mais importante é viver o Só Por Hoje e hoje estou muito feliz, feliz em poder compartilhar com vocês essa alegria, em poder contar como eu me sinto, em saber que todos podem sim um dia mudar e querer o melhor.

Já disse algumas vezes que viver ao lado de um adicto é uma loucura, uma constante roda gigante, e continuo pensando assim. Tem que ter paciência, saber entender algumas coisas. Não sei se será diferente, se ele realmente está diferente. Antes moravamos juntos, hoje não. Se isso vai mudar em alguma coisa, não sei. Só sei que quero tentar, porque o amo e não consigo esquecê-lo. Se é certo ou errado, não sei. Não gosto de julgamentos e por isso vivo o hoje.

Agradeço muito á Deus, por ter feito eu realmente perdoar ele. Me sinto mais leve, mais forte...

Amo viver minha vida assim, intensamente. Sou assim, aproveito cada segundinho. O amanhã pode não chegar e o ontem, já passou. Afinal, nada dura pra sempre. Nem a alegria, nem o sofrimento, muito menos a vida. Tudo acaba, nada é eterno.

"Você só terá sucesso na vida
quando perdoar os erros
e as decepções do passado."

Um grande beijo no coração de vocês.

Selena =^.^=

8 comentários:

  1. O que eu posso te dizer amiga? Sejaa felizzz, muito felizzz, só por hoje!
    Estou muito feliz de ver vc feliz, e de ver o Davi bem.
    Que Deus abençoe essa união, que dessa vez tudo será diferente, pois voces estão diferentes.

    Agora conselhos de irmã (rs):

    Em relação ao futuro: O futuro? Ninguem sabe... nem eu que estou com um não adicto, sei do meu futuro, tbm tenho medo, então nunca se sinta culpada por ter esse tipo de sentimento, é normal. Relaxe, e pense no SPH.

    Em relação a você Selena: Nunca deixe suas coisinhas de lado, estudo, trabalho, amor próprio, familia, por nada que não vale a pena. E nunca deixe que te agridam fisica ou psicologicamente, quem faz isso não merece nada de voce.

    Você está fazendo uma escolha, assuma ela e tudo o q vier junto com ela. Nem tudo são flores, voce sabe q a minha escolha q foi o contrário, tbm não me trouxe só flores, esteja preparada pra tudo.

    Todo mundo merce uma segunda chance, MASSSS se perceber qu está entrando numa fria, não finja e deixa passar coisas sérias, não tente tapar o sol com a peneira, amor é uma coisa pura que sentimos por alguém legal, q nos respeita e trate bem,então amiga... NUNCA MAIS feche os olhos para os problemas e vai deixando para ver o que acontece, o fim... está nos noticiarios todos os dias...

    Pai/Mãe só querem o nosso bem, e infelizmente vou te dizer isso...mas eles sempre têm razão. Porém...eles podem errar, são humanos, o importante é que daqui um tempo vc jogue limpo com sua mamis e conte a verdade para ela, isso é muito importante.


    No maaaaisss, já banquei a irmã chata... agora vou bancar a irmã boa...rsrs

    Estou aqui do seu lado seeempreeeee amoo voce...e no mais estou muito feliz, por ver voce feliz, vc merece isso e só isso!!!!!!!
    Quero com toda certeza ver uma linda história feliz de AMOR e recuperação!


    Beijooooss da Gaby

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga, mtoooooooo... obrigada de coração.
      Obrigada pelas palavras lindas de apoio e melhor ainda, pelas palavras da irmã chata, que vc jamais será (rs...). Estou bem tranquila, indo com calma e no meu limite. Estou mto feliz e com mto medo. Mais não é mais aquele medo de antes, eu realmente o perdoei, agora sim. Mais um medo de td sabe, por isso estou vivendo o SPH. Entreguei nas mãos de Deus.
      Mto obrigada por estar ao meu lado sempre, queria te contar logo que aconteceu, mais tentei falar com vc e não consegui.

      Amo vc!!!
      Bjos =^.^=

      Excluir
  2. Como é bom ler que o amor superou as mágoas... como é bom dar mais uma chance mesmo com o coração cheio de amor e a cabeça cheia de duvidas... parabéns deus te guie... um forte abraço!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido, suas poucas palavras me emocionaram.
      Obrigada pelo apoio, é bom demais saber que vcs estão ao meu lado. È maravilhoso sentir que realmente ouve o perdão de ambas as partes.

      Bjos =^.^=

      Excluir
  3. Que lindo post moça. So vc sabe o que realmente é, e o que teu coraçao deseja. Boa sorte em suas novas escolhas. Concordo com a gabi na questão da sinceridade com a sua familia. Como vc vai exigir honestidade dele se vc mesma nao a pratica na sua vida por medo das consequencias? Mas faça isso no momento em que estiver com certeza e forças pra recomeçar definitivamente um relacionamento com o Davi. Boa sorte linda e que Deus a abençoe nesta nova etapa de sua caminhada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mto obrigada Sol.
      Vcs tem razão, praticar a honestidade sempre neh. Tenho medo pelo que passei com minha familia no passado, medo da reação deles e principalmente medo de enfrentar td novamente e no final não der certo. Mais estou bem tranquila, na hora certa Deus me mostrará o caminho certo a seguir.

      Bjos =^.^=

      Excluir
    2. Eu to na mesma que vc Selena, ainda não consegui me expor, mas pra te falar a verdade ainda não decidi se vou viver um relacionamento com o Henry pois ele se encontra em situações bem complicadas, mas quero muito conversar com a minha familia e estou amadurecendo a ideia e decisões. Estarei aqui sempre comentando e torcendo por vc. Grande abraço

      Excluir
    3. Sol saiba que TAMUJUNTO viu, sempre msm.
      Faça sempre o que seu coração mandar, mais lembre-se de ter sempre os pés no chão.

      Bjos =^.^=

      Excluir