Páginas

domingo, 17 de julho de 2011

16, de julho de 2011 - Sábado - 2º dia.


O dia amanheceu lindo, sol lindo, tempo lindo.

Tomei meu café da manhã, e fui navegar na internet, e assistir desenho animado. J

Acordei lembrando da última noite junto com o "Amor", como foi bom dormir lá e ficar bem juntinho dele, saber que ele estava ali do meu lado, que eu ia acordar e ele ia estar ali. Ainda me emociono quando lembro do meu amor, ou olhos as nossas fotos no meu mural. Será que com o tempo isso passa, e eu me acostumo?

A mãe do "Amor" ligou pra eu ir em uma reunião do budismo com a Eduarda, irmã dele, não entendi direito do que se trata, mas eu vou sim.

Vou tomar um banho, almoçar (viu depois falam que eu não como) me arrumar e depois ir lá na casa da sogra. J

Antes das 3 horas eu já estava lá, foi estranho ir lá no sábado e não ver o "Amor", não encontrar com ele, conversei um pouco e aí o tio do "Amor" foi buscar agente, o Thiago, irmão dele,  foi para uma atividade dos meninos em outro lugar, e eu fui com a Eduarda, em um lugar que já tinha ido uma vez. Era uma reunião da Divisão Feminina Jovem, e estava bem legal, ganhei uma bonequinha para segurar porta de brinde num sorteio, uma presilha de cabelo, e um caderno decorado, tudo bem lindo.

Falaram bastante da força da mulher, que a mulher tem que ser um sol de esperança. Que a mulher pode transformar tudo na família. Que os homens vão abrindo o caminho com a enxada, enquanto as mulheres vão plantando as flores, delicadas como as flores, mas com o rugido forte do leão.

 Recitamos o Daimoku, e eu acho que fiz tudo direitinho. Concentrei-me bastante no “Amor”, mandei muita energia positiva pra ele. Se ele está fazendo a parte dele lá, eu estou fazendo a minha parte aqui. E juntos alcançaremos a vitória em nossas vidas.

Comemos bolo com refrigerante. E o tio do "Amor" deixou a Eduarda em casa e depois me levou embora.

Cheguei em casa, peguei o note para entrar na internet.

Vou tomar banho, ver TV, rezar e dormir.







“Amor, te amo viu? Estou me esforçando aqui, e sei que você esta se esforçando aí. A vitória é certa. Juntos, unindo o meu coração ao seu, não há mal que nos alcance.”


PS: Foi um sabado bem legal achei que iria ficar em casa choramingando e no fim, tomei um banho de otimismo, vi um video sobre as mulheres que fizeram a diferença no mundo, e me senti o máximo em ser mulher. A força que só nós sabemos que temos né meninas? Nós podemos tudo!!!
Amo cada uma de vocês.
beijos, Gaby.

6 comentários:

  1. Que bom esta se esforçando gaby... fico muito feliz. Quando o meu amor adicto foi para a clinica, no inicio fiquei tão mal,chorava tanto os primiros dias, senti tanta falta, foi horrível, mais com o tempo me acostumei, por que aos poucos percebi que ele está bem e ficava me perguntando, por que fcar dessa forma se ele esta bem? se esta tentando se recuperar? Nada melhor do que o tempo...
    Que bom você esta participando de reuniões, tenho que participar também, mais sou muito tímida. A mãe do meu amor adicto sempre me convida pra ir as reuniões mais vou tomar coragem.
    Há, meu irmão é budista sei bem como é o Daimoku, é legal continua participando, mais não esqueçe da nossa religião.
    Fica bem tá gaby? Força sempre!

    ResponderExcluir
  2. P querida,
    estou me esforçando o máximo que posso, depois eu conto mais, mas hoje agora pouquinho ele me ligou, disse que estava tudo bem, que estava tendo muita ansiedade, mas que estava forte e decidido...ai a ligação cortou do nada, e ele não me ligou mais, não sei se eles tem tempo pra falar, ou como funcionam as ligações... vc sabe P?
    Só sei que desandei a chorar de saudade de ouvir a voz dele.
    Que legal que você conhece o Daimoku, olha quando eu faço, smepre me dá paz e acontecem coisas boas, tudo depende da fé né...Mas acredito muito em Deus e ele é tudo pra mim!

    Fica bem você também P. estamos juntas!

    ResponderExcluir
  3. Gaby, acabei de conhecer seu blog, sabe, no começo você vai achar que escrever faz bem pra vc, depois, você vai descobrir que escrever nele, faz bem para os outros! Continue escrevendo, estarei aqui acompanhando sempre.
    Sou uma codependente em recuperação, e acredito que essa roca de experiências são muito valiosas!
    um grande beijo, muita luz no seu caminho e do seu amor, muita serenidade!

    ResponderExcluir
  4. Poxa obrigada querida! Vou passar lá no seu blog! essa troca de experiências, conhecer pessoas que compartilham das mesmas dores, esta sendo TUDO pra mim, acho que vai me ajudar muito a lidar com o amor aqui fora.
    E se eu ajudar alguem, caramba, vou ficar mega feliz...
    beijos no coração!

    ResponderExcluir
  5. Oi gaby que bom que você se comunicou com o seu amor, fico muuuuito feliz!
    As ligações que faço para o meu amor adicto tem tempo, são 5 minutos de ligação, falam eu, a vó dele, a mãe e a tia também, mais o maior tempo fica pra mim.
    As vezes a ligação fica cortando mais nunca caiu não, mais seria melhor você se informar direitinho com o pessoal da clínica como tudo funciona.
    bjuss. FORÇA!

    ResponderExcluir
  6. P.
    Ain amiga 5 minutinhos...ai ai é tão pouco néam...Mas já é suficiente para matar um pouquinho da saudade.
    Beijo

    ResponderExcluir